Hans Staden

Hans Staden

HANS STADEN | 1999 | Brasil
Direção: Luis Alberto Pereira
Elenco: Carlos Evelyn, Ariana Messias, Darci Figueiredo, Sérgio Mamberti, Milton de Almeida, Stênio Garcia
Classificação indicativa: 14 Contém: Temática adulta. Tensão. Violência

Habilite a legenda no botão CC ao canto direito do player

Hans Staden é um imigrante alemão que naufragou no litoral de Santa Catarina. Dois anos depois, chegou a São Vicente, onde trabalhou, visando juntar dinheiro para retornar à Europa. Um dia, preocupado com seu sumiço de seu escravo repentino de seu escravo da tribo Carijó, parte em sua procura e sete Tupinambás, inimigos dos portugueses, o encontram e o prendem, no intuito de matá-lo e devorá-lo.

CURIOSIDADES: Vencedor do Prêmio Especial do Júri, e também de Melhor Trilha Sonora e Melhor Direção de Arte no Festival de Cinema de Brasília 1999. A produção do filme visitou Portugal por dez dias para conseguir uma réplica de caravela em tamanho real, e ainda construiu em Ubatuba, litoral paulista, uma réplica autêntica de uma aldeia de Tupinambás do século XVI, contando também com o acompanhamento de um professor para ensinar gramática tupi aos atores, que foram auxiliados pelo linguista Helder Ferreira no aprendizado e pronúncia da língua falada pelos índios. Quando lançado nos cinemas, o filme, que pretendia ter "Classificação Livre", levando em conta seu importante contexto histórico e didático, acabou sendo indicado para maiores de 12 anos, em parte por causa da nudez dos personagens indígenas, polêmica que ganhou um episódio ainda mais inusitado, quando uma espectadora fez escândalo na entrada de num cinema de São Paulo, revoltada contra o nu frontal do ator Carlos Evelyn no cartaz.

Hans Staden